Como estruturar sua operação de Delivery (Parte I)

Com a chegada da crise provocada pela pandemia do novo Corona vírus, é mais importante do que nunca a estruturação de uma operação de delivery para atender os clientes onde eles estiverem, uma vez que as prefeituras e órgãos da saúde, não permitem abertura de atendimento salão nos restaurantes.

Tendo em vista este momento crucial para os negócios do segmento da gastronomia, separamos um conteúdo exclusivo para apresentar mais detalhes de como estruturar uma operação de delivery.

A ideia é apresentar conceitos simples para que sejam facilmente entendidos e implementados. Sem complexidades, pois o momento exige muita mão na massa e ações práticas.

Então, por onde começar?

1) Estrutura Física: é importante que você disponibilize de uma estrutura mínima para suportar os despachos dos pedidos, atendimento aos motoboys e eventuais clientes que realizam pedidos de takeaway “retirada balcão”.  Portanto, analise o seu local e faça os ajustes necessários para tornar a sua estrutura a mais otimizada possível para suportar uma operação dinâmica, como a de delivery.

Importante preparar o seu restaurante para atender as exigências dos órgãos de saúde, com relação a higienização e cuidados para a prevenção do COVID-19.

Tenha uma estrutura de tecnologia adequada para o melhor funcionamento de sua operação, ou seja, internet de qualidade, hardware funcional e software que jogue a favor de seu negócio. São estes detalhes que fazem toda a diferença para a fluidez de sua operação.

2) Recursos Humanos: organize o seu quadro pessoal para este novo desafio. Não gere custos desnecessários e tenha em mente as questões sanitárias levantadas pelos órgãos de saúde. Cuide de seus colaboradores e eles ajudarão a cuidar da empresa e clientes.

3) Vendas (introdução): para o começo deste projeto, é muito importante contar com os aplicativos de delivery que podem alavancar as suas vendas no curto prazo e ainda fornecer o serviço de entrega. Procure estas empresas, líderes de mercado de sua região, e entenda melhor as propostas de cada uma. Não fique preso a apenas um canal de venda. Na parte II deste post, vamos entrar mais a fundo em Vendas e Marketing.

4) Cozinhas Virtuais (Dark Kitchens): se a sua estrutura e operação permitirem, avalie a possibilidade de alavancar suas vendas com marcas alternativas que estarão presentes nos aplicativos de delivery. Elas podem somar a sua receita atual de delivery e diversificar o seu público. Para otimizar os custos, faça uso de sua estrutura atual.

Fique ligado em nosso blog e em nossas redes sociais para mais novidades!

Boas vendas e conte conosco! #estamosjuntos

Equipe Opdv

Publicado por

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.